Publicado emUm ponto é tudo

Um grande e simples poeta

Sabe-se como somos bons de poetas, de Sophia a Camões, de tantos Pessoa àqueles versos absurdos de Alexandre O´Neill. Peguemos neste, mais à mão, naquele Portugal onde ele se lamenta: “Ó Portugal, se fosses só três sílabas/ linda vista para o mar (…)” E seguem-se maravilhosos lugares comuns, do manso boi à desancada varina, o […]