É refugiado afegão em Lisboa, onde chegou em novembro de 2021 com a mulher e a filha. Foi pai, novamente, no dia 7 de janeiro. Em Cabul trabalhava como executivo de media no grupo MOBY detentor da Tolo News.  É também fundador de uma start up chamada Paiwast Health Services. Escreve na Mensagem sobre a sua experiência em Portugal todos os meses.


A queda de Cabul. Esperanças feitas escuridão

A terceira crónica de Samim Seerat, refugiado afegão, descreve os dias que antecederam a fuga do país, após a tomada de Cabul pelos Talibã. Em tempos de nova crise de refugiados, um alerta sobre o que é deixar uma vida a meio.

Carregando…

Something went wrong. Please refresh the page and/or try again.