Receba a nossa newsletter com as histórias de Lisboa 🙂

“Como muitos dos que cresceram nos 80 e 90, as minhas tardes foram passadas a aprender a arte de apertar em simultâneo os botões de um gravador de cassetes.

Quando evoluímos para os CD vazio no forno do NERO à uma velocidade 20x, já eu tinha presente que o segredo está na ordem das canções que compõem a nossa playlist.

Por acreditar que, tal como as fotografias, as canções perpetuam momentos cujo prazo de validade não é definido pelo tempo.

A música aqui reunida, respeitam tradição que carrego desde a minha adolescência e são também, algumas das minhas canções favoritas para explorar Lisboa enquanto não nos livramos do confinamento.”

O músico, produtor e escritor angolano Kalaf Epalanga vive em Lisboa desde a segunda metade dos anos 90 e chama à cidade a capital mais africana do mundo. E a si próprio, lisboeta. Agora a entre Berlim e o Algarve, nunca deixa de voltar.

Kalaf fez uma escolha musical para a Mensagem que espelha essa Lisboa misturada e negra que ele conheceu como poucos e que ajudou a criar com o seu projeto Buraka Som Sistema e a sua editora Enchufada. Assim explica a seleção.

A imagem desta lista, escolhida por Kalaf, é a do célebre e misterioso quadro do Chafariz d’El Rei, exposto no Museu Nacional de Arte Antiga.

Esta será a primeira de muitas playlists de Lisboa que a Mensagem irá divulgar.

Entre na conversa

3 Comentários

  1. Valeu, ótima inciativa e vida longa ao projeto. Saudações desde São João da Barra, RJ Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.