Publicado emCidade

Uma mercearia da Mouraria quer fazer da cidade “um jardim comestível”

Como um rizoma, um tipo de caule, também a alimentação em Lisboa pode crescer horizontalmente. Quer isto dizer: através da proximidade entre produtores e consumidores, que se cruzam num lugar onde não existe a relação patrão-trabalhador ou vendedor-consumidor. Todos são membros, todos são iguais. É essa a vontade de um grupo de 95 pessoas que, […]