Publicado emCidade-mãe

Vizinhos

Agora, que a minha mãe está a poucos anos de se tornar centenária, volto com frequência à casa onde cresci. Lembro-me de que, quando a família se mudou para esse prédio de Lisboa, tinha eu seis anos, vivia no último andar o embaixador do Japão, que era muito simpático e perguntador e a quem, no […]