Natal Nuno Saraiva
Ilustração: Nuno Saraiva

Receba a nossa newsletter com as histórias de Lisboa 🙂

Nesta época natalícia, parecendo que não, é possível gastar menos e até mesmo poupar. Para tal, é necessário alterar alguns comportamentos e optar sempre (ou quase) pelas decisões mais económicas. Pequenos gestos podem mesmo fazer a diferença e só depende de cada um para tomar essa decisão.

Utilize o crédito com parcimónia e responsabilidade

Evite recorrer ao crédito para as despesas de Natal. Nunca se deve esquecer que o crédito não pode ser visto como uma extensão do rendimento.

Procure estabelecer um limite máximo de valor para gastos com o cartão de crédito e não ultrapasse o plafond do cartão.

Se já tem prestações de outros créditos, evite adicionar mais uma despesa mensal, estão sempre a cair juros! Faça as contas à sua taxa de esforço.

Criar e cumprir o orçamento de Natal

É sempre possível definir um valor para todos os gastos. Referimo-nos a um orçamento especial para o Natal. Este valor deve ser distribuído por cada tipo de despesa: para presentes, para as refeições das festas, para viagem, por exemplo.

O objetivo é não ultrapassar esse valor definido. No final, se sobrar dinheiro, óptimo! Pode sempre ser colocado na poupança.

Compare os preços antes de comprar

Esta é uma dica que serve para tudo e para o ano inteiro: presentes, alimentação ou decoração. Depois de fazer o orçamento e a lista de compras e, se quer economizar, tem de comparar preços.

Já decidiu que presentes quer comprar? Use a sua imaginação!

Se já sabe que compras pretende fazer, adote alguns cuidados:

  • Prepare (cuidadosamente) a lista de compras;
  • Compre com alguma antecedência;
  • Compare promoções e preços digitais vs lojas físicas;
  • Inove no tipo de ofertas: um álbum de fotografias, uma compota, um postal personalizado;
  • Saia o menor número de vezes possível para fazer as compras;
  • Não ultrapasse o seu orçamento.

Evite desperdiçar tempo e dinheiro!

Planear é a palavra de ordem. Planear as compras e até as ementas natalícias com antecedência é essencial para não desperdiçar dinheiro.

Se guardar as compras para os últimos dias terá menos escolha, menos tempo para pensar e gastará mais do que planeou. Ah! E mais, muito mais, filas de espera!

Partilhe as despesas e ofereça presentes em conjunto

Reduza os gastos com a comida e peça a cada familiar para participar na ementa com diferentes contribuições.

Junte-se a outros familiares ou amigos para oferecer presentes e verá que até se torna possível dar prendas muitos simpáticas sem pôr em causa o seu orçamento.

A compra do pinheiro de Natal pode ser um ato solidário

Conhece o projeto o “Pinheiro Bombeiro”? É uma iniciativa de cariz social, que quer retomar tradição de ter um pinheiro natural, mas de uma forma mais sustentável, amiga do ambiente e solidária.

Assim, a sua família terá uma planta verdadeira em casa, ajuda o ambiente e ainda apoia as corporações de bombeiros que combatem os incêndios.

A DECO pode apoiar! A DECO sempre consigo!

Uma resposta em “Um Natal sustentável e responsável? As dicas que podem mesmo fazer a diferença”

Comentários estão bloqueados.