Receba a nossa newsletter com as histórias de Lisboa 🙂

Encontramos Rafael Alex, 22 anos, a sair do metro dos Restauradores, para mais uma filmagem. Traz uma camisola sem mangas laranja que nos encandeia, uns calções de ganga rasgados, como o sorriso e as madeixas grisalhas que lhe salpicam o cabelo. Não temos certeza se a coloração capilar é uma escolha ou se ele vai ser mesmo uma raposa prateada. Não perguntamos.

“Faço vídeos de reação”, explica Rafael. “São muito divertidos. E experimento a reação do mundo às minhas danças.” Estamos confusos. Mas não dizemos nada numa tentativa de parecer “por dentro”.

Rafael é de Lisboa, mas o inglês dele é perfeito, com um leve sotaque americano. “Deve ser por causa de todas as entrevistas que vi aos com meus artistas preferidos quando era miúdo – Justin Timberlake e Britney Spears.”

A Rua Augusta é um dos lugares escolhidos por Rafael Alex para fazer os seus vídeos para o Tik Tok. Foto: Rita Ansone

As ruas, enquanto caminhamos e conversamos, estão cheias e movimentadas. “Os barulhos da rua tornam difícil a tarefa de fazer os meus vídeos. Preciso de ouvir a música.”

Embora o TikTok não tenha sido amor à primeira vista para Rafael, ele admite que o tédio da pandemia espoletou a obsessão dele por esta rede social. Os seus seguidores aumentaram vertiginosamente desde o início. Porquê? Ele garante que não tem nenhum segredo para o seu sucesso, a não ser “desunhar-se a trabalhar”.

Rafael diz que é mais tímido do que a maioria das pessoas pensa. “Às vezes é difícil para mim tornar-me esta persona. Sou muito mais metido comigo mesmo.”

Smartphone, tripé, coreografias curtas no meio da rua e a reação das pessoas. Eis a fórmula de Rafael Alex para o sucesso no Tik Tok. Foto: Rita Ansone.

Observamos o processo do Rafael. Monta a câmara do smartphone num tripé, por baixo do arco da Rua Augusta. De frente para a câmara, e com música pop latina a bombar, dança tão bem como qualquer um dos bailarinos de Janet Jackson. As coreografias dele são muito curtas, mas longas o bastante para chamar a atenção das pessoas, que se viram e reagem.

De repente tudo faz sentido. Rafael está a tentar provocar reações em quem passa por ele na rua e os espectadores do vídeo divertem-se ao ver as reações de surpresa das pessoas. Percebe?

A dada altura, Rafael explica que é altura de mudar de roupa. E conta um pequeno segredo. “Tenho de fazer de conta que é um dia diferente. Infelizmente, não tenho tempo para filmar todos os dias, por isso preciso de enganar o público.”

De repente, o ‘cupido nu’ que “atua” no mesmo território chateia-se por Rafael lhe roubar toda a atenção da rua. “Desculpe. Eu também preciso de trabalhar para viver”, diz Rafael. Por um momento, pensamos que Cupido e Tik Toker podem envolver-se numa luta pelo território. Isso sim, seria um vídeo!

Avançamos, para encontrar um novo spot para Rafael gravar mais algumas coreografias.

Quando era miúdo, Rafael Alex fingia que estava a dançar para um grande público. E agora está mesmo. Foto: Rita Ansone

Por mais que tudo pareça divertido e colorido, Rafael tem sentimentos contraditórios sobre toda esta aventura do TikTok. “Não me vejo a fazer isto por muito tempo. Adoro dançar. Adoro vibrar. Gosto desta energia. Mas não gosto de editar. Não gosto de escolher frames de vídeo. Rouba-me horas da minha vida.”

Rafael não para. Quando não está a aumentar a sua gigante audiência do TikTok, está a dançar com o grupo de dança de que faz parte, os ‘Team Break’, ou BRK como ele lhes chama. O grupo teve um verão cheio, com apresentações em vários festivais e eventos.

Rafael admite que nunca quis ser outra coisa senão bailarino. “Quando era miúdo, costumava fingir que estava a atuar para uma plateia. Agora está a acontecer. É insano. É de loucos.”

Rafael Alex com as Heatgun, que encontrou a ensaiar nas ruas de Lisboa. Encontro de Tik Tokers. Foto: Rita Ansone

Enquanto caminhamos por Lisboa, temos um encontro totalmente casual com um grupo feminino do TikTok chamado Heartgun. Elas estão a treinar movimentos de ‘K-Pop’ em frente a um prédio governamental espelhado. Imaginamos o que o staff do interior do prédio estará a pensar.

Quando lhes dizemos que estamos com o Rafael Alex, elas ficam tontas de emoção. Conhecem-no. Rafael também fica tonto ao encontrar as Heartgun. Ele conhece-as. “Oh meu Deus, eu adoro-vos”, diz ele. Há um festival de declarações de amor mútuas, a que se seguem muitos abraços e fotografias.

Nós limitamo-nos a observar, parados, sentindo-nos velhos e cansados. É um mundo totalmente novo.

Parceria com o projeto People of Lisbon. Apoie o People of Lisbon no Patreon


Tik Toker Rafael Alex dancing on the Augusta Street. Photo: Rita Ansone.

Rafael Alex dances in the streets of Lisbon to a million followers on TikTok

Rafael Alex has 1 million followers on the short form video app known as TikTok. His videos which feature him dancing on the streets of Lisbon have had an incredible 24 million ‘likes.’ We agree, that is crazy. So we go to meet him.

When we meet Rafael Alex, 22, he is straight off the metro at Restauradores on the way to another shoot. He sports a brilliant orange shirt that makes your eyes pop out, torn denim shorts, a big smile and a shock of grey hair. We are not sure if the hair is by choice, or he will just be a silver fox. We don’t ask.

“I do reaction videos” Rafael explains. “They are a lot of fun. I get to experience the world’s reaction to my dances.” We are confused. But we say nothing in a bid to seem ‘with it’.

Rafael is from Lisbon, but his English is perfect. He has a slight American twang. “It’s probably from watching interviews with my favourite artists when I was growing up – Justin Timberlake and Britney Spears.”

The busy and noisy streets can make the job of Tik Toker Rafael Alex harder, but he carries on. Photo: Rita Ansone.

The streets are busy as we walk and talk. “The street noises can make making the videos difficult. I need to listen to the music.”

Although Rafael wasn’t first enamoured with the idea of TikTok, he admits the boredom of the pandemic kick started his obsession. His followers grew fast from the beginning. Why? He claims to having no secret for his success except for “working my ass off,”

Rafael says he is shyer than most people think. “It’s hard for me sometimes to become this persona. I’m more reserved within myself.”

We watch Rafael’s process. He sets up his camera phone on a tripod under the Arca Da Rua Augusto. Facing the camera, and with some latin pop music pumping he does his dance moves as good as any of Janet Jackson’s backing dancers. His dances are very short, but long enough to make people turn around and take notice.

And suddenly it all makes sense. Rafael is trying to get reactions from people walking by him on the street and the video viewer gets enjoyment from watching the people’s surprised reactions. Do you get it?

The reactions from people walking by him, while he dances on the street, are the “juice” of Rafael Alex videos on Tik Tok. Photo: Rita Ansone.

At a certain moment, Rafael explains it’s time to switch clothes. He lets us in on a little secret. “I need to pretend it’s a different day. Unfortunately I don’t have the schedule to shoot everyday, so I need to fool the audience.”

Suddenly the nearby ‘Naked Cupid’ gets frustrated that Rafael is taking his street attention. “Sorry. I need to work for a living too,” says Rafael. For a moment you think it might kick off between Cupid and the Tik Tokker. Now that would be a video.

We walk on to find a new spot for Rafael to record some more dances.

As much as it all seems colourful and fun Rafael has mixed feelings about the whole Tik Tok adventure. “I don’t see myself doing this long. I love dancing. I love vibing. I like that energy. But I don’t like editing. I don’t like choosing frames. It takes hours out of my life.”

Rafael is a busy multi tasker. When not growing his giant TikTok audience he is dancing as part of the boy/ girl dance group called ‘Team Break’ or BRK as he calls them. The group have had a busy summer performing at various festivals and events.

Rafael is a busy multi tasker. When not growing his giant Tik Tok audience he is dancing as part of the dance group ‘Team Break’. Photo: Rita Ansone

Rafael admits he never wanted to be anything else but a dancer. “When I was a kid I used to pretend I was performing for an audience. And now it is a reality. It’s insane. It’s crazy.”

Walking through Lisbon we have a total chance encounter with a Tik Tok girl group called Heartgun. They are practising their ‘K-Pop’ dance moves in front of a mirrored governmental building. We wonder what the office personnel on the inside of the building must think.

When we inform the group that we are with Rafael they get giddy with excitement. They know him. Rafael gets giddy too to meet Heartgun. He knows them. “Oh my god, I love you” he says. There is a mutual love fest and a lot of hugs and photographs follow.

We just stand and watch, feeling old and glum. It’s a whole new world.

Follow People of Lisbon, here. Support People of Lisbon on Patreon

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado.